10 tendências em fitness para 2009

10 tendências em fitness para 2009
Mulher a fazer ginástica com bola

As tendências em dietas não são as únicas novidades a aliciar quem quer ficar em forma – em 2009, o mundo do fitness já se agita com tudo aquilo que, este ano, nos vai pôr a mexer. O que vai experimentar? Atreva-se!

  1. Exercício económico. Em tempo de crise, a inscrição num ginásio deixou de ser uma prioridade e quem procura maneiras alternativas e baratas de ficar ou manter-se em forma tirou a bicicleta da garagem e começou a pedalar; calçou as sapatilhas e fez-se à estrada, a caminhar ou a correr; frequenta aulas gratuitas de ioga e pilates praticadas nos espaços verdes de muitas cidades.
  2. Gadgets que estimulam. A utilização do iPod como ferramenta de workout está em alta, uma vez que permite o armazenamento de vídeos fitness para seguir aonde e sempre que quiser; mas também como portador de playlists especificamente concebidas para acompanhar e estimular diferentes tipos de actividade física. Neste campo, destaque ainda para o Nintendo Wii Sports e Wii Fit, uma plataforma interactiva que é sensível ao movimento do corpo, permitindo a prática, no conforto de casa, de inúmeras modalidades desportivas e actividades aeróbicas. O EA Active surge para fazer frente aos dois modelos anteriores e o Dance Dance Revolution segue a mesma “onda”, mas o seu tapete foi feito para dançar apenas!
  3. Personal trainer virtual. Hoje em dia, o ginásio é onde quisermos, incluindo na Internet. Desde comprar uma diversidade de aulas online para fazer quando tiver vontade, até contar com a motivação diária (mesmo que seja virtual!) de um personal trainer que está à distância de um clique. O Slife é apenas um exemplo.
  4. Kettlebell. Os antigos pesos russos, de nome “kettlebell”, são de ferro e assemelham-se a uma chaleira ou então a uma bola de canhão com uma pega e antigamente eram utilizados para testar a força dos homens russos. Hoje, foram importados por ginásios de todo o mundo como uma nova e menos monótona forma de levantar pesos, beneficiando de dezenas de exercícios cujo principal objectivo é trabalhar todo o corpo (nomeadamente os sistemas muscular e cardiovascular), de forma a aumentar os níveis de resistência, força, agilidade e equilíbrio.
  5. Programa militar. O rigor dos treinos militares está a invadir ginásios um pouco por toda a parte. Porquê? A intensidade do programa é, em si só, um desafio aliciante. Em termos de workout podemos dizer que é extrema, principalmente em termos cardiovasculares, puxando por todo o corpo, trabalhando ainda, e de forma intensa, cada um dos grupos musculares. Queima calorias non-stop, o que é perfeito para quem quer perder peso, sim senhor!
  6. Fitness zen. No outro extremo, mas igualmente popular vão continuar as modalidades mais zen como o tai-chi, o ioga e o pilates que encorajam um estilo de vido vocacionado para o equilíbrio entre corpo, mente e espírito… alongando, tonificando e equilibrando o corpo de formas só vistas.
  7. Onde está a minha bola? Já viu certamente aquelas bolas de fitness que agora aparecem um pouco por toda a parte e talvez até se questionou “para que servem”? A verdade é que são um dos acessórios fitness mais procurados dos últimos tempos: para além de trabalhar o equilíbrio corporal e melhorar a postura (sim, tem de se equilibrar sobre ela!), permite executar exercícios intensivos como abdominais e flexões, entre outros.
  8. Correr a maratona. Se os políticos e as celebridades de Hollywood o fazem, nós também queremos! Seja a caminhar, a correr ou de bicicleta, participar numa maratona (mesmo que seja mini!) é uma das grandes tendências para este ano e talvez os seguintes. Para além de ser um enorme desafio participar e terminar uma prova deste género, é um grande motivador para seguir à risca o programa de treino que o antecede.
  9. Um pé de dança. O exercício físico não tem de ser entediante e quem procura a diversão, aliada à queima de algumas calorias, tem procurado as danças de salão para conseguir um dois-em-um irresistível: perder/manter peso e aprender a dançar. Para além das modalidades mais clássicas, ganham especial aderência géneros como Zumba, Bollywood ou Afro-Cuban, entre outros.
  10. Não à monotonia, sim à diversidade. Uma das principais razões pelas quais as pessoas desistem do seu regime de exercício físico é porque este torna-se monótono. Para contrariar essa tendência, surge outra: a da diversidade, ou seja, em vez de ir correr todos os dias, passa-se a ir apenas um, alternando os restantes dias com outras modalidades – caminhar, nadar, dançar ou fazer pilates… Em adição, também se prevê alterações à forma como se faz ginástica, ou seja, alternar um workout intensivo num dia com um menos intensivo no dia seguinte. Independentemente do método escolhido, a verdade é que o corpo não se consegue habituar a tudo, não se cansa tão facilmente e os resultados são muito mais visíveis.

Classifique o artigo

Average: 4.3 (3 votos)