Vantagens e desvantagens dos suplementos alimentares

Vantagens e desvantagens dos suplementos alimentares

Os suplementos alimentares são compostos químicos que complementam a alimentação, fornecendo vitaminas e nutrientes que possam estar em défice nas refeições do dia-a-dia. Para além de serem um complemento à dieta alimentar e apresentarem vários benefícios, os suplementos alimentares não têm apenas vantagens, por isso, é sempre importante conhecer os dois lados da moeda.

O que são suplementos alimentares?

Os suplementos alimentares fornecem vitaminas, minerais, fibras, entre outros nutrientes, que muitas vezes estão em falta no nosso organismo. Os suplementos alimentares são maioritariamente utilizados por pessoas com carências nutricionais, sendo estes indicados por um médico ou farmacêutico. No entanto, também são utilizados por atletas e desportistas que pretendem um maior rendimento em termos físicos. Os suplementos alimentares podem ser encontrados sob diferentes formas: ampolas, cápsulas, comprimidos, pastilhas, saquetas e xaropes. Existem ainda suplementos alimentares especificamente criados para homens, mulheres ou crianças.

Vantagens dos suplementos alimentares

Uma das principais vantagens dos suplementos alimentares é o facto de poderem fornecer ao nosso organismo nutrientes que não estão presentes na nossa alimentação ou que estão presentes, mas em quantidades reduzidas. Além disso, para quem pratica desporto, são uma boa forma de potenciar o gasto calórico e de aumentar a massa muscular mais rapidamente. Outras vantagens dos suplementos alimentares incluem a redução do colesterol e o aceleramento do metabolismo, o que por sua vez, auxilia na queima de gorduras e, consequentemente, no processo de emagrecimento. Nas quantidades certas, e com as devidas precauções, não prejudicam o organismo e permitem uma aquisição de nutrientes mais completa, mais saudável.

Desvantagens dos suplementos alimentares

No entanto, os suplementos alimentares também apresentam algumas desvantagens, às quais é importante estar atento: podem interferir com a absorção de aminoácidos fundamentais ao nosso organismo; provocar problemas digestivos, intestinais, cardiovasculares, musculares, perturbações nos rins e no fígado. A toma excessiva de alguns suplementos alimentares pode provocar tonturas, dores de cabeça e de estômago, diarreia, inchaço, náuseas e mal-estar geral. Informe-se sempre com o seu médico antes de iniciar a toma de qualquer suplemento alimentar.

Principais suplementos alimentares: as suas vantagens e desvantagens

Ácido Fólico (Vitamina B9)

O ácido fólico é recomendado durante a gravidez para prevenir malformações no feto, promovendo, por outro lado, a formação de células sanguíneas e do sistema nervoso. Alguns estudos referem que previne contra o Alzheimer e doenças cardíacas. Controla a hipertensão arterial e é eficaz no tratamento da anemia.

Aminoácidos
Os aminoácidos têm como principal função a manutenção da matéria magra, atuando no seu desenvolvimento e crescimento. No entanto, deve ser tomado com precaução, pois, pode provocar problemas renais, hepáticos e intestinais.

Beta-Caroteno (Provitamina A)

O beta-caroteno tem um poder antioxidante que atua ao nível da prevenção do envelhecimento da pele, fortalecendo as unhas e o cabelo. Também pode ser utilizado para potenciar o bronzeado.

Cálcio

Fundamental na formação dos dentes e no fortalecimento dos ossos, o cálcio é um nutriente bastante abundante no corpo humano, no entanto, algumas pessoas não o consomem em quantidade suficiente – nesse sentido, os suplementos alimentares podem ser uma boa opção.

Creatina

Suplemento alimentar utilizado para aumentar a massa muscular, a creatina promove a força muscular, a resistência e a energia, no entanto, em alguns caso, este é um “falso” aumento dado que não há efetivamente o aumento de músculo, mas sim um aumento da água dentro das células o que aumenta o volume muscular. Nesse sentido, é importante ter as devidas precauções com a toma da creatina, uma vez que pode ser prejudicial aos músculos e rins.

Iodo

O iodo regula a glândula da tiroide, promove o metabolismo e estimula a queima de gorduras, contribuindo ainda para o bom desenvolvimento físico e mental. Este é um nutriente necessário ao organismo, no entanto, deve ser consumido em doses muito reduzidas, pois pode provocar hipertiroidismo.

L-Carnitina

A L-Carnitina ajuda o corpo a produzir mais energia, a perder peso e a reduzir os níveis de colesterol. Também desenvolve as capacidades mentais. É especialmente recomendada para vegetarianos, visto que este nutriente é encontrado, principalmente, na carne.

Vitaminas

As vitaminas são essenciais para manter o corpo saudável, no entanto, estas não são produzidas pelo corpo humano, pelo que têm de ser ingeridas através da alimentação. Quando não são ingeridas vitaminas suficientes a partir dos alimentos, pode recorrer-se a suplementos alimentares.

Zinco

O zinco é essencial no crescimento celular e regula o sistema imunitário, defendendo-nos de vírus, bactérias e fungos, ao mesmo tempo que ajuda a combater as infeções.

Os suplementos alimentares promovem a saúde e a qualidade de vida quando consumidos com conta, peso e medida, no entanto, também podem ser prejudiciais à saúde quando não são consumidos de forma correta. Tenha sempre isso em atenção e não se esqueça que a melhor forma de ter uma vida saudável é ter uma alimentação equilibrada, praticar exercício físico regularmente e ter uma atitude positiva perante a vida. 

Classifique o artigo

Average: 4.5 (8 votos)
Comentários (0)

Add comment

Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários