As melhores fontes de proteína vegetariana

As melhores fontes de proteína vegetariana
Proteína vegetariana

A proteína é composta por aminoácidos, 9 deles essenciais, significando que temos obrigatoriamente que os obter através da dieta, pois o nosso organismo não os consegue produzir.

Por este motivo, a proteína não só é essencial para o funcionamento do nosso corpo, como também é indicada para quem quer emagrecer! Isto porque demora mais tempo a digerir que os hidratos de carbono, permitindo que fiquemos saciados por mais tempo.

Por isso, se está a seguir uma dieta vegetariana ou pretende seguir, convém identificar quais os alimentos que contem proteína para que não corra o risco de ter um défice de proteína.

Feijões (21,8g de proteína por 100g)

Existe uma grande variedade de feijões à escolha e todos eles tem a caraterística de serem ricos em proteína. Combine-os com um cereal para obter uma proteína completa.

Grão-de-Bico (19g de proteína por 100g)

O grão-de-bico é uma boa opção para fazer uma grande variedade de pratos, por isso não deixe de os experimentar.

Ervilhas (22,7g de proteína por 100g)

Quase todos os legumes são considerados boas fontes de proteína e as ervilhas não são exceção!

Quinoa (13,1g de proteína por 100g)

A quinoa é um dos poucos cereais considerados fonte de proteína completa, ou seja, contém todos os 9 aminoácidos essenciais.

Cânhamo (30g de proteína por 100g)

As sementes de cânhamo (cannabis) são uma excelente fonte de proteína de origem vegetal. Mas não se preocupe, pois a única coisa que as sementes de cânhamo têm a ver com a droga é a planta de origem.

Chia (21,2g de proteína por 100g)

As sementes de chia são ricas em fibra, proteína e gorduras polinsaturadas, sendo ideais para adicionar a iogurtes, smoothies ou saladas. Use-as moídas para obter mais benefícios.

Nozes (16,7g de proteína por 100g)

As nozes, assim como quase todos os frutos secos, são uma boa fonte de proteína. Para além disso são ainda ricas em gorduras monoinsaturadas e polinsaturadas.

Brócolos (3,4g de proteína por 100g)

Apesar de não possuírem um teor de proteína elevado, os brócolos possuem ainda fibra, vitaminas, minerais e antioxidantes que vão contribuir para a sua saúde.

Tofu (8,5g de proteína por 100g)

O tofu é um alimento produzido a partir da soja, sendo muito parecido com o queijo. Tal como quase todos os derivados de soja, o tofu é uma boa fonte de proteína.

Seitan (17,6g de proteína por 100g)

O seitan é um alimento derivado do glúten de trigo. Caso seja celíaca ou intolerante ao glúten, convém evitar o seitan.

Chocolate preto (5,4g de proteína por 100g)

É verdade, o chocolate também tem proteína! Mas coma-o com moderação porque senão poderá vir a ingerir mais calorias do que as que precisa.

Leite (3,3g de proteína por 100g)

Apesar de o leite não ser um alimento de origem vegetal é muitas vezes incluído dieta de alguns vegetarianos, como é o caso dos lacto-vegetarianos, por ser uma excelente fonte de proteína e cálcio. Mas se realmente quiser eliminar todos os alimentos de origem animal, pode sempre experimentar o leite de soja ou leite de amêndoa.

Classifique o artigo

Sem votos
Comentários (0)

Add comment

Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários