Depuralina: uma dieta desintoxicante

Depuralina: uma dieta desintoxicante
Depuralina produtos

A Depuralina é um suplemento alimentar comercializado em Portugal desde Janeiro de 2008, data desde a qual já vendeu milhares de embalagens. 100% natural, a Depuralina actua ao nível do fígado e intestinos, desintoxicando os órgãos do corpo mais propensos à acumulação de resíduos e toxinas nocivas. Esta acção desintoxicante e depurativa acaba, simultaneamente, por contribuir para uma silhueta mais elegante… descubra os segredos por de trás deste sucesso dietético.

O que é e para que serve?

De baixo teor calórico e com uma quantidade elevada de fibras, a Depuralina é um produto 100% natural e depurativo, cuja concentração activa de ingredientes actua principalmente ao nível do fígado e intestinos, eliminando os resíduos nocivos que o organismo vai acumulando e que, não raras vezes, contribuem para vários problemas de saúde distintos, caso do: excesso de peso, celulite, gordura nos vasos sanguíneos, colesterol elevado, congestão do fígado, obstipação, flatulência, hemorróidas, retenção de líquidos, acidez, mau hálito, boca amarga, problemas de pele, de estômago e de sono. A desintoxicação do organismo proporcionada pela Depuralina pode eliminar entre 2 e 20 kg de resíduos tóxicos que impedem que o organismo funcione em pleno, proporcionando ainda um emagrecimento natural.

Apresentação & Administração

Existem três versões distintas da Depuralina: Azul (Aloé Vera – original), Vermelha (Especial Gorduras – específica para queimar gordura de forma natural) e Verde (Especial Líquidos – específica para combater a retenção de líquidos). Cada uma das três versões pode ser administrada em versão pó (dilui-se uma colher de sopa de Depuralina num copo de 250ml de água, leite ou sumo) ou em versão comprimido (3 a 6 comprimidos por dia, conforme a versão a tomar). Excepto a versão Vermelha (que exige duas tomas, uma à noite e outra de manhã), as restantes duas versões recomendam uma toma única, preferencialmente nocturna.

Contra-indicações e outras recomendações

A toma de Depuralina deve restringir-se às doses diárias recomendadas e nunca mais do que isso. Em adição, a Depuralina não deve ser administrada em conjunto com outros produtos e/ou medicamentos diuréticos ou drenantes. Para potenciar os seus resultados, é aconselhado o consumo diário de, pelo menos, dois litros de água. No caso da Depuralina Vermelha (Especial Gorduras), recomenda-se ainda a prática regular de exercício físico. Apesar da sua composição 100% natural, já foram registadas algumas reacções alérgicas aquando da toma de Depuralina, por isso, recomenda-se a leitura atenta dos seus principais ingredientes para verificar se não existe nenhum possível alérgeno.

Ingredientes 100% naturais

  • Linhaça do Canadá – devido ao seu elevado conteúdo de Ómega 3, 6, 9 contribui para a diminuição dos níveis de colesterol, bem como para a perda de peso, uma vez que para além de assumir o papel de redutor de apetite, também queima eficazmente as gorduras corporais.
  • Psyllium Husk – uma fibra solúvel que contribui para um intestino saudável, defendendo-o contra os excessos ambientais, medicamentosos e alimentares (cafeína, álcool…), assim como o sedentarianismo.
  • Farelo de Aveia – a elevada concentração de fibras trabalha no sentido de regular o trânsito intestinal e eliminar eficazmente os resíduos alimentares.
  • Aloé Vera – depurativo natural por excelência, actua sobre o intestino grosso durante a noite para poder efectuar a desejada limpeza na manhã seguinte. Para além de ser desintoxicante, é benéfico para o fígado e para a pele, dissolvendo os depósitos de gordura que entopem os poros e eliminando as células mortas.
  • Nopal (Figueira-da-índia) – o extracto desta fibra contém características diuréticas que ajudam a metabolizar os açúcares, assegurando o bem-estar e a energia de quem toma, evitando que se sinta fraco e cansado, como o que acontece com muitas dietas de emagrecimento mais exigentes.
  • Alcachofra – contribui para a depuração do fígado, órgão responsável pelo filtro de todas as toxinas que entram no organismo, o que permite a oxigenação de todas as células do corpo.
  • Dente de Leão – trabalha em conjunto com a alcachofra para não sobrecarregar o organismo de resíduos tóxicos.
  • Limão
  • Laranja
  • Maçã
  • Toranja
  • Ananás
  • Ácido Sórbico
  • Vitamina E
  • Probióticos gastro-resistentes (bifidobacterium infantis, bifidobacterium lactis, bifidobacterium longum, enterococcus faecium, lactobacillus acidophilus, lactobacillus paracasei, lactubacillus plantarum, lactobacillus salivarius, lactococcus lactis) – ajudam a eliminar as bactérias nocivas do intestino.

Classifique o artigo

Average: 3.7 (33 votos)